quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Pensamentos... sentimentos...

Já falei pra vcs que o propósito desse espaço é dividir com vcs o que encontro por aí, no mundo da decoração, que acho interessante, legal, aplicável...
Mas também abro (algumas vezes) parênteses para divir mais coisas que também acho interessante, legal, aplicável...

E hoje, navegando em um dos meus blogs de cabeceira, no balaiodegatopink.blogspot.com (blog da minha amiga, de verdade), vi um texto que me fez pensar, refletir...
Coincidência ou não, tenho pensado muito no que ela escreveu... Divido com vcs o meu desejo de agir (e olha que não vai ficar só no desejo.

Bjo.
...........................................................................

Hei meninas!

Os dias tem passado tão depressa, e há tantas coisas a se fazer que de repente percebemos que a vida já está acontecendo e não fizemos nada.

O mundo está mudando e ainda me sinto a pequena em frente a tv esperando a Xuxa entrar na nave para eu ter certeza que já havia chegado a hora de tomar banho para ir para escola...

Outro dia uma amiga me disse que em uma palestra escutou do palestrante uma afirmação que a deixou em choque: os adolescentes que estão entrando na faculdade não entendem por que nós nos emocionamos com a musiquinha tocada em toda corrida de Fórmula 1... ou seja, eles não tem a menor idéia do que o Ayrton Senna representava para nós... Ou seja, estamos velhas!!!!

E pensar sobre isso me fez constatar que realmente há um enorme espaço de tempo que já foi embora e que eu não fiz absolutamente nada a não ser acordar cedo ir trabalhar, e no final da tarde, recolher minhas coisas e voltar pra casa.
Isso é assustador!

E todos os países que eu queria desbravar, o mundo que queria conhecer, as linguas que eu queria falar...

Claro que nunca é tarde para começar, mas o piloto automático é mais forte que pensamos e quando você menos espera está nele.

Como naquele filme Click, você coloca no modo stand by e nem vê as coisas passarem, tudo se torna vultos em meio a vida corrida.
Por isso, já dizia a minha mãe, a educação, a cultura e arte são as únicas maneiras de despertar o homem para a vida. Não a vida de ter que ganhar o pão de cada dia, mas a vida, aquela que ninguém a não ser você mesmo tem que viver, emocionar, contribuir e respirar.
Então, busque sempre ler, ir ao teatro, assistir filmes que contribuam com a formação do pensamento, tenha acesso a atividades que te tiram do comum... só assim poderá viver no sentido real da palavra.

E tente não cair novamente no stand by daqui 5 minutos! Tente...pense...

Um comentário:

  1. EI!! você é uma lindeza sem fim sabia!
    Um beijo muito enorme de grande! ehhehe

    ResponderExcluir

Ei. Quero saber sua opinião sobre o post.
Ah. Sugestões sobre assuntos são muito bem vindas. Abraço, Camila.