quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Uma pausa nos assuntos de casa

É. É isso mesmo.
Hoje não falo de casa... hoje falo de coração, de emoção, de saudade, de família...

É que tô meio saudosa. Depois de 4 finais de semana entre família, coisa é é meio rara pra mim já que moro longe deles, confesso que não quero escrever sobre decoração (apesar de continuar adorando o assunto).
É que no meu coração e na minha cabeça, tem algo ocupando quase todo o espaço. Mas deixem eu contar um pouquinho só do último final de semana.

Bom, além de ter aqui em casa a minhã linda mamãe, a minha irmã, o primo- cunhado Gustavo e o meu irmão, estavam também minhas 3 sobrinhas... 3 mocinhas lindas e cada qual com o seu charme. Bom, não posso deixar de falar que tenho mais um sobrinho, o Guilherme, mas que não estava em Uberlândia.

Mas vou me concentrar nas meninas.
A Duda é a mais velha delas. Nossa, que injustiça falar em mais velha. Até parece! rsrsrs. Ela só tem 11 aninhos, na verdade, quase 12. Tá uma mocinha linda, toda saradinha e muito, muito educada.
Ela observa tudo. Dá notícia de tudo e sabe de tudo. É atenta, super cuidadosa e muito, muito companheira.
Ah. Não posso deixar de dizer que é também minha afilhada, minha amadíssima afilhada.


A segunda da escadinha é a Fafá. Êta Fafá engraçada. Adora cavalos, é engraçadíssima (quase mata a gente de rir com as suas "sacadas"). Ninguém passa ela pra trás.
Vcs não acreditam que ela passou o final de semana inteiro falando nos cavalos que ficam aqui no condomínio. Amanhecia, a gente na mesa do café e lá vem a Fafá: "Dindinha, vamos lá andar a cavalo". Como a agenda estava cheia, não consegui ir, mas ela foi. Depois volta a Fafá contando que o cavalo não anda direito mas já emenda "daqui a pouco volto lá pra andar mais". Eis que chega o almoço e ela já senta na mesa falando "Tio Luiz, vou almoçar e depois andar a cavalo". Gente, o sol a pino, rachando côco e ela falando nos cavalos. E não é que o tio Luiz e o Gustavo vão com ela. Essa é a Fafá. Alegre, de personalidade e opinião fortes, decidida e muito, muito engraçada.


E no degrauzinho mais baixo, a Maristela. Essa é a rainha do carisma. Veio de Luz com a vovó dela (minha mãe). Na saída de Luz, ela enxuga as lágrimas tentando esconder que a saudade já apontava. Mas veio, toda comportadinha, sem desobedecer e encarou 6 horas de ônibus. Tudo pra vir pra "Berlândia" ver as primas e é claro, os titios também.
Gente, ela ficou aqui quase 6 dias e não deu o menor trabalho. Toda charmosa, com um sorriso mais gostoso no rosto e pronta pra distribuir abraços e beijinhos - ai, ai, que delícia. Pra ela não tem nada ruim, tudo está uma delícia: o pãozinho com manteiga que a mamãe dela preparou (segundo ela o mais gostoso), o filminho que o tio Luiz coloca na TV, a piscina, o lanchinho da tarde... ela sempre sorri como quem diz "que gostoso". E as músicas. Ela ensina "o saci vive na mata, ele pula num pé só..." e a gente completa o refrão.


Ai, ai, tanta coisa gostosa. No carro, na hora de passear, as três princesas no banco de trás. E eis que a Duda pede "tio Luiz, coloca a música do Luan Santana". Gente, que momento gostoso: as três cantando (a Maristela aprendendo a letra e ao final desses dias, cantanto perfeitinho), meio tietanto e a gente na frente só rindo.

Tudo, tudo muito gostoso.
Mas, meio rápido demais, chega o domingo e uma parte vai embora: minha irmã, com o Gustavo, a Duda e a Fafá para Brasília. Minha mãe chora e meu coração também.
Mais tarde é hora de levar meu irmão de volta para a pensão. Minha mãe chora, e meu coração também.

Na segunda, já sentindo que a Maristela estava sentindo saudades do papai, da mamãe e do Guilherme, minha mãe decide voltar pra Luz na terça.
Malas prontas, lá vamos nós para a rodoviária. E eis que na hora de despedir, quem chora é a Maristela. As lágrimas rolam no rostinho dela... e no meu também. E não é que quem segura é minha mãe. Nem acredito. rsrsrs.
Mas lá em Luz, quem sentia a sua falta é o Guilheme que nem tava comendo direito de saudade da irmãzinha. E olha que ele só tem 1 aninho e 2 meses.

E as coisas voltam a rotina... eles lá e eu e o Lu aqui.
Até o próximo final de semana em família...


E esse é o Guilherme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei. Quero saber sua opinião sobre o post.
Ah. Sugestões sobre assuntos são muito bem vindas. Abraço, Camila.